Tempo de Aprender

images (5)

Por Mauricio Vlamir Ferreira.

Outubro vai se encerrando com muita coisa pra se discutir.

Muitas angústias e tormentos para a população que sofre com as medidas impopulares dos nossos governantes nas mais diferentes esferas.

Muitas vezes tendo que engolir a ração humana que o diabo amassou.

Muitas vezes engolindo os sapos das ameaças de demissão e o assédio moral e muitas vezes sexual, para não se perder o ganha pão, ainda mais com a nova lei trabalhista, que nem chegou e já oferta ganho salarial de R$180,00 para se trabalhar na lanchonete dos shoppings.

A lógica do escola sem partido ganha a projeção de um ENEM enfraquecido e que aceita, quem diria, por força da (in)justiça do nosso país, a violação aos direitos humanos.

O pré-sal vendido a preço de banana, em uma lei criada pelo Senador José Serra, onde grandes e afortunadas petrolíferas vão dar a gorjeta sem o carimbo e a destinação para saúde e educação.

O deputado que sambou na cara do povo com a permanência do ilegítimo e provisório Michel Temer.

Neste mês as ofensas sobraram até para o patrono da educação, reconhecido mundialmente por seu conceito de ensino popular para jovens e adultos, Paulo Freire.

Mas diante de todas estas adversidades, ainda afirmo: é tempo de aprender.

O duro aprendizado em que para se mudar, é necessário conversar, debater, convergir, protestar, reorganizar, cobrar, fiscalizar, e votar muito bem votado!

Ano que vem já está batendo na porta!

E você?

Aprendeu com os erros?

Ou vai sofrer mais quatro anos de um Brasil que ninguém pediu?

*Mauricio Vlamir Ferreira é Assistente Social, Especialista em Serviço Social e Educador.

Se você quiser fazer comentários e deixar sugestões sobre este artigo, basta clicar no título acima e acessar o espaço reservado no final do post.

O Blog Contraponto Social agradece a sua visita! 😉

Anúncios